A EVOLUÇÃO DO SER HUMANO

29/03/2021

Deus criou o Universo. Dentro desse Universo há vários mundos. Estes mundos são criados gradativamente juntamente com seus habitantes. Muitos planetas foram criados antes do nosso planeta Terra. Assim como outros ainda serão criados. Portanto, outros Espíritos evoluíram antes de nós. Um desses Espíritos é Jesus. Ele evoluiu em outro planeta antes do nosso ser criado. Quando Ele estava muito evoluído, e essa evolução leva milhões e milhões de anos, Deus o incumbiu de acompanhar o nascimento e desenvolvimento do planeta Terra.

Não há dúvidas de que Jesus cristo é o Senhor deste mundo, o Grande governante da terra, mas junto dele existem outros grandes mestres. O mundo em que hoje habitamos ainda é um mundo novo e muitos destes mestres vieram de outros mundos ajudar em nossa evolução, juntamente com os espíritos da natureza, quando aqui chegaram começaram a preparar os primeiros mestres , foram então formados os primeiros Budas, que muitos anos mais tarde passaram a governar o mundo.

Nosso planeta teve sua origem há mais ou menos 4,5 bilhões de anos e tudo era uma massa incandescente não possibilitando haver vida. No decorrer de milhões de anos a massa incandescente foi esfriando e foram se formando os elementos que existem hoje em nosso planeta: o ar, a água, as rochas, o solo, as plantas, os animais e o homem.

Emmanuel, através da mediunidade de Chico Xavier, escreve no livro “A Caminho da Luz” que todo esse processo admirável não foi obra do acaso, resultado de forças cegas, inconsequentes, e sim, a consequência de um trabalho bem elaborado dos Espíritos superiores, responsáveis pelo destino de nosso planeta. Emmanuel nos informa que Jesus (ele mesmo) e sua falange de engenheiros, químicos e biólogos siderais estiveram presentes todo o tempo, acompanhando fase a fase o despertar da vida no planeta. Não podemos também desconsiderar a presença do princípio inteligente (que poderíamos chamar de “Deus”) que, como “campo organizador da forma”, deve ter exercido um papel preponderante no processo de gênese orgânica.

A evolução humana é demorada e exige grande dedicação, estima-se que a razão existe no mundo a uns quarenta mil anos, como nos mostrou o espírito André Luiz, neste período reencarnamos entre 800 e mil vezes, nestas experiências acumulamos progressos em várias áreas, passamos a dominar novos conhecimentos e novas culturas, línguas e vivências. Neste emaranhado de encarnações nos tornamos únicos e individuais, mas criados e mantidos por um Deus maior, de amor, de misericórdia e de solidariedade, nestas experiências percebemos que somos seres humanos e para evoluir precisamos estar sempre próximos, um auxiliando o outro, com isso progredimos e impulsionamos o progresso de nossos semelhantes.

E podemos observar diferentes graus de evolução entre os homens, pela aceitação de certos ensinamentos um melhor do que os outros, a chave está na idade espiritual de cada um. Uns são mais novos, outros mais velhos. Não podemos exigir de quem está no primário compreensão das mesmas coisas de quem está na faculdade. Quem hoje não compreende estas leis, amanhã compreenderá. O planeta Terra é uma escola, onde o espírito vem reencarnando e cada encarnação ele vai aprendendo mais um pouco até não ser preciso mais se reencarnar na Terra. Mas todos devemos lembrar que temos que desenvolver as duas asas: A asa da sabedoria e a asa do amor, para poder voar a mundos superiores. Devemos saber que só com uma asa não voaremos.

Há um pensamento muito interessante de Léon Denis, outros dizem que não é dele, mas enfim, com plena certeza foi um espírito superior que citou: A alma dorme na pedra; sonha na planta, move-se no animal e desperta no homem.

O mineral luta para atingir o Reino Vegetal;

O vegetal luta para atingir o Reino Animal;

O animal luta para atingir o Reino Hominal;

O Homem luta para atingir a União com Deus.

O gato, o cachorro e outros animais domésticos já foram feras nas selvas e o homem com seu amor vai evoluindo-os e, mais tarde, estes seres se individualizam, separando-se da alma, formando um grupo que é levado ao mundo espiritual e há uma transmutação em seu corpo astral, então ele recebe uma centelha divina que é o espírito nascendo então, como ser humano. Mas, foi o amor do ser humano que o individualizou. Nasce simples e puro, não tem ódio, é um ser puro. Com seu primeiro nascimento num corpo humano ele vai formando o seu caráter, adquirindo conhecimentos e formando a sua alma.

Mas estes nascimentos se processam em corpos ainda bem inferiores; os primeiros nascimentos dos seres humanos foram há milhares e milhares de anos. Hoje em nossa Terra já não acontecem mais estes tipos de nascimentos, ou seja, seres que nascem pela primeira vez, os seres que se individualizam hoje virão numa próxima humanidade, numa próxima ronda. E cada ronda leva milhares e milhares de anos.

Dizem os mestres , que na Terra já existiram várias humanidades, podemos constatar isso pelos vestígios que estas humanidades  deixaram, tais como as estátuas, os círculos de pedras que existem em vários países, os desenhos que existem em várias cavernas no mundo todo, as pirâmides do Egito e muitos outros símbolos que até hoje não têm explicação. Estes símbolos mostram a existência de outros habitantes no mundo antes da nossa humanidade. Muitos desses antigos habitantes já partiram para outros mundos, outros ainda se encontram no astral e encarnados na Terra. Os mais adiantados na evolução cósmica vão para mundos mais evoluídos e aqueles que não evoluíram, permanecem aqui aguardando oportunidades para reencarnarem. Estima-se que somos vinte e dois bilhões de seres espirituais e desses só sete bilhões estão reencarnados.

Por estes números podemos compreender, que uma vaga aqui na Terra é muito difícil e porque os suicidas são tão hostilizados ao chegar no plano espiritual, portanto, devemos dar muita importância a nossa reencarnação e tirar o máximo de proveito dela por não sabermos quando vamos ter outra oportunidade, a fila é muito grande, as vezes podemos  voltar rápido ou levar mais de mil anos de espera, esperando a união de seres na Terra para nos receberem (como filhos) em novas reencarnações.

Estamos sempre em constante evolução, a conquista da inteligência é apenas o primeiro passo que o espírito vai dar em sua estadia no Reino Hominal. Ele deverá agora se iniciar na valorosa luta para conquistar os valores superiores da alma: a responsabilidade, a sensibilidade, a sublimação das emoções, enfim, todos os condicionamentos que permitirão ao espírito alçar-se à comunidade dos Seres Angélicos.

Meus amigos, poderia me estender muito mais aqui, vou sugerir um livro muito bom que tem haver com este assunto, chama-se “Os Exilados de Capela”, autor Edgard Armond, vale a pena a leitura, conta toda a saga dos Capelinos, futuramente pretendo falar sobre isso, mas por enquanto é só, um grande abraço a todos e que Deus os abençoe.

 

Referências:

Apostila “As sementinhas do Rocha”

https://www.verdadeluz.com.br/o-ser-humano-em-sua-evolucao/

https://www.aryramos.pro.br/a-imperfeicao-humana-a-reencarnacao-e-a-evolucao-espiritual/

http://institutomelo.com.br/blog/a-evolucao-segundo-o-espiritismo/