JESUS É DEUS?

14/03/2021

Essa é uma pergunta que estava adormecida em minha mente há muitos anos, mas recentemente estava estudando o livro “Mediunidade: estudo e prática” da Federação Espírita Brasileira, um livro muito bom para estudo da mediunidade, sintetiza muito bem o que está escrito no “Livro dos Médiuns “ de Allan Kardec, e vi uma referência sobre o espírita e educador mineiro, Eurípedes Barsanulfo (1880-1918), ele tinha o dom da bicorporeidade, em resumo, adormecido conseguia se materializar a quilômetros de distância para realizar trabalhos de cura, sua materialização era tão tangível que as pessoas desconheciam o fato de que se tratava de um espírito encarnado.

Eurípedes Barsanulfo

Lendo sobre o referido médium, consta que ele escreveu uma série de artigos chamado: “Deus não é Jesus e Jesus não é Deus” , que foi muito polêmico na época que ele escreveu, não consegui os artigos, mas novamente reacendeu essa dúvida em minha cabeça, fui pesquisar a respeito, e achei coisas interessantes, não ia publicar aqui, por causa da polêmica, mas resolvi publicar assim mesmo, porque sei que tem muita gente que tem esses mesmos questionamentos, e eu gosto de compartilhar o conhecimento e não prendê-lo.

Vamos partir da seguinte premissa, o “contexto da época”, isso não só nesse assunto, mas em qualquer assunto, sempre temos que analisar o contexto antes de apontar o dedo ou tirar falsas conclusões. Temos que entender que na antiguidade nos tempos de Jesus, em toda a região do Mediterrâneo, era muito comum pessoas famosas e personalidades mitológicas ganharem o título de deuses. Um exemplo disso pode ser visto em Atos 14:11-13, onde lemos que quando Paulo e Barnabás pregavam em uma cidade da Turquia, os pagãos clamaram que eles eram deuses encarnados. Chamaram Barnabás de Zeus, deus romano, e Paulo de Hermes, outro deus romano.

Segue na íntegra Atos 14:11-13

11 -E as multidões, vendo o que Paulo fizera, levantaram a sua voz, dizendo em língua licaônica: Fizeram-se os deuses semelhantes aos homens, e desceram até nós.
12 – E chamavam Júpiter a Barnabé, e Mercúrio a Paulo; porque este era o que falava.
13 – E o sacerdote de Júpiter, cujo templo estava em frente da cidade, trazendo para a entrada da porta touros e grinaldas, queria com a multidão sacrificar-lhes.

Todos os livros que tratam sobre o sagrado, na verdade, eles são escritos nos três planos, no físico, no mental e no espiritual, o grande problema é uma grande maioria das pessoas só lê no plano físico, é aí que começam os problemas, o fanatismo, o extremismo, porque interpretam o que está escrito ao pé da letra, eu digo fanatismo e extremismo, a maioria já pensa na Religião Islâmica, isso é em todas as religiões, o espiritismo também não foge a essa regra.

De acordo com a doutrina Espírita, Deus criou todos os Espíritos igualmente ignorantes, devendo passar por todas as etapas de aperfeiçoamento até chegar ao grau máximo da evolução de espíritos puros.
Jesus, nosso mestre e guia passou por todos estes degraus (claro que em outros orbes em outros lugares do universo) e transformou-se num Espírito purificado, passando a colaborar com Deus na co-criação do universo. Isto porque sabemos que o universo está e sempre estará em construção.

Na verdade, na Bíblia há uma média de 90 versículos bem claros e explícitos que Jesus não é Deus, vou citar apenas alguns para o artigo não ficar muito extenso.

Para um cristão, Deus tinha que assumir a forma humana para compreender a tentação e o sofrimento humano, mas o conceito não é baseado em quaisquer palavras claras de Jesus.  Em contraste, Deus não precisa ser tentado e sofrer para ser capaz de compreender e perdoar os pecados do homem, porque Ele é o Criador do homem, Onisciente.  Isso está expresso no versículo:

“Disse ainda o SENHOR: Certamente, vi a aflição do meu povo, que está no Egito, e ouvi o seu clamor por causa dos seus exatores. Conheço-lhe o sofrimento;’” (Êxodo 3:7)

A Bíblia diz que Deus não é homem

 “Deus não é homem…” (Números 23:19)

“…porque eu sou Deus, e não homem…” (Oséas 11:9)

Jesus é chamado de um homem muitas vezes na Bíblia

“…um homem que vos falou a verdade…” (João 8:40)

“Jesus, o Nazareno, um homem aprovado por Deus para vós com milagres, prodígios e sinais que Deus realizou através dele no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis.” (Atos 2:22)

“Ele julgará o mundo através do homem que escolheu” (Atos 17:31)

“…o homem Cristo Jesus.” (Timóteo 2:5)

A Bíblia diz que Deus não é um filho de homem

“Deus não é homem, nem um filho de homem…” (Números 23:19)

A Bíblia frequentemente chama Jesus de “um filho de homem” ou “o filho de homem.”

“…assim ficará o filho do homem…” (Mateus 12:40)

“Porque o filho do homem há de vir…” (Mateus 16:27)

“…antes de terem visto chegar o filho do homem com o seu reino.” (Mateus 28)

“Mas para que saibais que o filho do homem tem autoridade…” (Marcos 2:10)

“…porque é o filho do homem.” (João 5:27)

A Bíblia diz que Jesus negou ser Deus

Jesus falou a um homem que o chamou de “bom,” perguntando-lhe, “Por que me chamas de bom? Ninguém é bom, exceto Deus.” (Lucas 18:19)

E ele lhe disse, “Por que me perguntas sobre o que é bom?  Existe apenas Um que é bom; mas se queres entrar na vida, guarda os mandamentos.” (Mateus 19:17)

Jesus não ensinou às pessoas que ele era Deus

Se Jesus tivesse dito às pessoas que era Deus, ele teria saudado o homem.  Ao invés disso, Jesus o repreendeu, negando ser bom, ou seja, Jesus negou que fosse Deus.

A Bíblia diz que Deus é maior que Jesus

“Meu Pai é maior que eu.” (João 14:28)

“Meu Pai é maior que todos.” (João 10:29)

Jesus não pode ser Deus, se Deus é maior que ele.  A crença cristã de que o Pai e o filho são iguais está em contraste direto com as palavras claras de Jesus.

Jesus nunca instruiu seus discípulos a adorá-lo

“Quando orardes, dizei Nosso Pai que está no céu.” (Lucas 11:2)

“Naquele dia, nada me perguntareis.  Se pedirdes alguma coisa ao Pai, ele vo-la concederá em meu nome.” (João 16:23)

“Mas a hora vem e agora é, quando os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura aqueles que assim o adorem.” (João 4:23)

Se Jesus fosse Deus, ele teria buscado adoração para si mesmo

Uma vez que não o fez, ao invés disso buscou adoração para Deus nos céus, ele, portanto, não era Deus.

E há muito mais evidências, só coloquei algumas, para mim não resta dúvidas. Negar que Jesus é Deus não é menospreza-lo e sim entendê-lo um pouco mais, o questionamento é sempre salutar, é o que nos leva no caminho da busca. Em verdade, Cristo é nosso Governador Espiritual, existem outros Governadores em outros mundos, outras Galáxias e outros Universos. Para a Doutrina espírita, Jesus não é Deus, mas é o mais alto grau de pureza e perfeição.

É isso meus amigos, acredito que me estendi um pouco, um grande abraço a todos e até a próxima.

 

Fontes:

https://www.bibliaonline.com.br/acf

https://www.islamreligion.com/pt/articles/10454/90-versiculos-dizem/

http://aeki.com.br/2015/10/28/quem-e-jesus/

https://www.otempo.com.br/opiniao/jose-reis-chaves/por-que-jesus-e-deus-relativo-e-nao-absoluto-igual-a-deus-pai-1.2087819